sexta-feira, 18 de outubro de 2013

P383: UMA AJUDA AOS INICIADOS...



Estando eu a preparar um texto para este blogue, apercebi-me de que me referia a factos ou usava termos que para um iniciado no blogue pouco poderiam significar. É claro que os mais veteranos saberão do que estamos a falar, mas interessa-nos que os mais novos no blogue possam acompanhar razoavelmente as nossas conversas. Lembrei-me por isso de criar este “Dicionário da Tabanca do Centro”, em que são “traduzidos” os termos que mais normalmente usamos, o que permitiria ao iniciado uma melhor compreensão do que estamos a dizer…
Pretende-se que este seja um documento vivo, actual e actualizável, pelo que estamos abertos a outras sugestões dos leitores, que poderão ser enviadas para tabanca.centro@gmail.com ou para a caixa de comentários deste Poste.
Miguel Pessoa

DICIONÁRIO DA TABANCA DO CENTRO
(OU “CENTROPÉDIA”)

Ajuda aos Combatentes

Em cada almoço-convívio da Tabanca do Centro cada camarigo que assim o deseje e possa, acrescenta ao valor da refeição mais uns “trocos”, sendo esse dinheiro acumulado canalizado para ajudas pontuais a combatentes em dificuldades, normalmente através do núcleo de Leiria da Liga dos Combatentes.

Almirante (ou Almirante Vermelho)

Título que muitas vezes identifica o nosso camarigo Vasco da Gama. Derivado do nome (Vasco da Gama) e da preferência clubística (S.L.Benfica – não tem nada a ver com política…). É um dos assessores do Régulo da Tabanca na discussão de novos projectos.


Amado Chefe

Termo carinhoso usado para identificar o nosso camarigo Joaquim Mexia Alves, grande impulsionador da Tabanca do Centro. Sem qualquer ligação a um determinado país asiático… “Chefe” por ser o líder do grupo, “Amado” por ser apreciado e respeitado por todos.


Aniversário da Tabanca do Centro
Os convívios da Tabanca do Centro inciaram-se com um primeiro almoço em Monte Real em Janeiro de 2010. Assim, no convívio de Janeiro de cada ano comemoramos mais um aniversário.

Avental da Tabanca do Centro
Inicialmente concebido para uma oferta pessoal à D. Preciosa, com a colaboração do Paulo Moreno, que produz o material na sua loja em Leiria, com base no emblema idealizado pelo Joaquim Mexia Alves. O modelo teve boa aceitação entre os participantes, tendo havido desde logo encomendas do avental. Os interessados poderão fazer novas encomendas deste material. Ver pormenores em: 
http://tabancadocentro.blogspot.pt/2016/12/p852-ja-podes-adquiri-lo.html

Buarcos (ou Buarkos)

A casa do Almirante Vermelho. Segundo o próprio, bem mais importante e bela que a vizinha Figueira da Foz. Ultimamente muito badalada por ser sede e refúgio de um grupo de anarquistas da FRELIBU, Frente de Libertação de Buarcos (Ver “FRELIBU”). 

BUARKUSLEAKSLEAKS
Recentemente foi inaugurada em BUARKOS, ma delegação portuguesa da WIKILEAKS denominada BUARKUSLEAKSLEAKS, onde os grandes Senhores desse burgo podem ver e escutar tudo o que de importante se passa ao seu redor, com especial incidência em tudo o que esteja relacionado com a Tabanca do Centro. Por acaso até já nos socorremos dos seus préstimos, mas a coisa correu mal pois até se enganaram na pessoa que pretendíamos contactar...

http://www.tabancadocentro.blogspot.pt/2013/12/afinal-nao-e-so-ca.html
http://www.tabancadocentro.blogspot.pt/2013/12/conto-de-natal-so-para-alguns.html


Café Central

Em Monte Real, é o local habitual de encontro do pessoal da Tabanca do Centro antes do almoço de convívio. Marcada a concentração para as 12H30, muitas vezes já fervilha de pessoal bem mais cedo – é a vontade de se reverem amigos e se reatarem conversas interrompidas há um mês… Também é ponto habitual de reunião depois do almoço para o pessoal que tem mais relutância em regressar a casa.


Camarigo

Termo criado pelo Joaquim Mexia Alves, aglutinando as palavras “camarada” e “amigo”, conforme ele explica em:



Contactos com a Tabanca do Centro

Para assuntos “oficiais” – inscrições nos convívios, encomendas de T-Shirts ou comentários aos Postes – evitar o uso do Facebook ou de endereços particulares. Usar prioritariamente o endereço da TC: tabanca.centro@gmail.com ou as caixas de comentários dos respectivos postes.


Convívios da Tabanca do Centro

Estabeleceu-se logo de início que não se realizam convívios no mês do Encontro Nacional da Tabanca Grande, nos dois meses “fortes” do Verão, Julho e Agosto (devido à dispersão do pessoal) e no mês de Dezembro (festa natalícia). Assim, por ano efectuam-se por norma oito Encontros da Tabanca do Centro. No blogue da Tabanca do Centro são publicados atempadamente anúncios e lembretes para a inscrição nesses convívios (http://www.tabancadocentro.blogspot.pt).
Os convívios decorreram inicialmente na última 4ª feira de cada mês. Com o avolumar de presenças nestes nossos Encontros, a partir do final de 2013 deslocou-se o dia do nosso almoço para a última 6ª feira do mês. 
Com o encerramento da Pensão Montanha em Outubro de 2016 houve que procurar um novo local para os nossos convívios, para o que passámos a contar com o apoio da Paróquia de Monte Real, que nos disponibilizou para o efeito a sala anexa à Igreja, com capacidade para até 90 participantes.
Simultaneamente passámos novamente os encontros para a última 4ª feira de cada mês, com as excepções referidas anteriormente
Local: Monte Real. Concentração no Café Central (a partir das 12H30), almoço na sala anexa à Igreja de Monte Real (13H30).


Cozido de Monte Real

O petisco à volta do qual decorrem os nossos convívios, dada a excelência do mesmo. Prato de referência da D. Preciosa, em Monte Real, o ponto de encontro habitual da Tabanca do Centro. 


Director da “Karas de Monte Real”

Em determinada altura dos nossos convívios o Miguel Pessoa decidiu arrancar com a edição no blogue de uma publicação mensal - “Karas de Monte Real” – onde os nossos convívios ficassem registados (com reportagem fotográfica e comentários alusivos). Objecto da apreciação de uns tantos e de críticas biliosas de outros (estamos a lembrar-nos do grupo da FRELIBU e de mais uns tantos primos desses…), o Director da “Karas” garante a continuidade da revista nos moldes em que já habituou os seus leitores. Desempenhando funções na edição/actualização do blogue, dá ainda assessoria ao Régulo da Tabanca na realização de novos projectos.


D. Preciosa

A responsável pela Pensão Montanha e naturalmente pelo bem-estar do pessoal da Tabanca do Centro. Com laços afectivos ao pessoal ligado à Guiné (o irmão fez lá a sua comissão de serviço) é uma excelente anfitriã dos nossos almoços/convívios, tratando-nos como gente da família e fazendo-nos sentir como se estivéssemos em casa. Recebe-nos agora num outro local disponibilizado pela paróquia de Monte Real onde nos é garantido espaço para até 90 participantes e o fornecimento do tradicional cozido à portuguesa.


Endereços de e-mail do pessoal

É do interesse de todos disponibilizar-nos o seu endereço e-mail. Com isso garantem a recepção das fotos dos almoços em que participam, bem como informação permanente sobre o blogue, tomando conhecimento imediato da publicação de novos artigos.

Se ainda não enviaste o teu endereço e-mail ou se ele sofreu alteração, informa para:  tabanca.centro@gmail.com


FRELIBU

Frente de Libertação de Buarcos – Baseada na mesma terra do Almirante, não tem nada a ver com ele (ou quase…). Gostam de chatear, enviando de vez em quando umas ferroadas ao Amado Chefe e/ou ao Director da “Karas” de Monte Real. Nada com que não se possa viver… Mas foi tema frequente neste blogue…


JERO

O JERO (ou mais concretamente José Eduardo Reis de Oliveira), nosso camarigo de Alcobaça, é peça antiga na engrenagem da Tabanca do Centro, tendo aderido a ela desde a primeira hora. É um dos assessores do Amado Chefe na tomada de decisões quanto às  iniciativas da nossa Tabanca, colaborando ainda na produção de textos para o blogue.


“Karas” de Monte Real

Integrada no blogue da Tabanca do Centro - http://www.tabancadocentro.blogspot.pt/ - é uma “revista” essencialmente dedicada à reportagem dos convívios da TC, com fotos alusivas e comentários mais ou menos mordazes. Sai geralmente no fim de cada mês, com reportagem fresca do último convívio.

Exemplo: http://tabancadocentro.blogspot.pt/2014/03/revista-karas-de-marco.html


Lapão (ou Luso-Lapão)

Nem todos os camarigos da TC vivem nesta terrinha… É o caso do luso-lapão José Belo, exigrado (um misto de emigrado/exilado…) há muitos anos na Suécia, bem lá para o Norte, em sítio bem fresquinho (Kiruna)… Apesar da distância este nosso camarigo já esteve presente em dois dos nossos convívios. Para fugir aos rigores de Kiruna, faz destacamentos periódicos nos USA. Tem por hábito enviar-nos mensagens subliminares e encriptadas, o que dificulta a nossa percepção do que é que ele realmente quer…


Mapa da Guiné

Emoldurado, o mapa da Guiné está à guarda da D. Preciosa. É norma que todos os iniciados neste convívio assinem nas costas do quadro no final do almoço. Começamos a precisar de uma solução para ganhar espaço para novas assinaturas, dado que está posta de parte a hipótese de se assinar na frente do mapa…


Pensão Montanha

Na rua principal de Monte Real, era o local da realização dos nossos almoços até Outubro de 2016, data em que as instalações foram encerradas. Para mais pormenores ver “D. Preciosa”.


PIFAS

Não é assunto muito badalado neste blogue mas, tendo já sido matéria aqui abordada, refere-se que o PFA – Programa das Forças Armadas – era uma emissão radiofónica que na Guiné dava apoio às nossas tropas, bem como à população em geral. Chegou-se a distribuir rádios à população (com o sintonizador bloqueado na frequência do PFA, para impedir distracções…). O PIFAS – nome por que era conhecido - era representado pelo boneco já apresentado neste blogue, na revista “Karas” de Setembro de 2013.




Régulo da Tabanca

Falamos do Joaquim Mexia Alves (o Amado Chefe) que em 2010 decidiu organizar a Tabanca do Centro, aglutinando pessoal já conhecido do blogue Luís Graça & Camaradas da Guiné (Tabanca Grande) e outro menos habitual, da zona centro.

Ver “Amado Chefe” e “Tabanca do Centro”.


Símbolo da Tabanca do Centro 
Fotografia do Destacamento de Mato Cão, algures na Zona Centro da Guiné, nas margens do rio Geba. É a primeira imagem a surgir quando abrimos o blogue da Tabanca do Centro e está igualmente bem visível nas T-Shirts e aventais concebidos para o pessoal da TC.

Tabanca do Centro (TC)

Embora considerada “do Centro”, o facto é que reúne nos seus convívios gente vinda do Porto, Matosinhos, Viseu, Vila Real, Aveiro, Figueira da Foz, Buarcos, Fátima,  Cadaval, Lisboa, Cascais, etc., para além dos locais – Leiria, Marinha Grande… e Monte Real.

Criada em Janeiro de 2010, por iniciativa do Joaquim Mexia Alves (Ver “Amado Chefe” e “Régulo da Tabanca”), as suas actividades têm como epicentro a vila de Monte Real, próximo de Leiria. Esta criação teve como objectivo, para além de se manter os contactos através da Net, o de reforçar e aumentar a confraternização dos “velhinhos” da Guiné, proporcionando almoços/convívios com uma periodicidade mensal (ou quase…), não se pretendendo naturalmente originar um afastamento ou dissensão com a Tabanca-Mãe, antes criando um complemento àquela.



Tabanca Grande (ou Luís Graça & Camaradas da Guiné)

Blogue de origem do grupo inicial dos “atabancados” da Tabanca do Centro, à qual continuamos naturalmente ligados.



T-Shirts da Tabanca do Centro

Iniciativa recente da Tabanca do Centro, com a colaboração do Paulo Moreno, que produz o material na sua loja em Leiria, com base no emblema idealizado pelo Joaquim Mexia Alves. As camisolas têm sido distribuídas no decorrer dos nossos convívios e continuamos a aceitar novas encomendas. Ver pormenores em: 

http://tabancadocentro.blogspot.pt/2013/10/nova-encomenda-de-t-shirts-da-tabanca.html 

e ainda: 











6 comentários:

Joseph Belo disse...

Excelentíssimo Senhor Editor.
Parabéns!
A Centropédia é mais uma "STRELLA" a brilhar ao Centro.
Em futuros distantes,geracöes sucessivas de arqueólogos, usando este abrangedor instrumento de trabalho,poderäo mais facilmente compreender os resultados das suas escavacöes junto a uma certa "Montanha" no Centro de Monte Real.
Um grande abraco desde o extremo Norte-do-Norte da Europa onde a temperatura hoje ao meio-dia ...12 graus negativos!

Anónimo disse...

Editor Amigo estamos contigo.
Parabéns por mais iniciativa. Aproveito para saudar o Camarigo Joseph Belo pelo seu excelente e bem humorado comentário.Abraço de Alcobaça, JERO

Hélder Valério disse...

Caros amigos,
grande pedaço de prosa, bem 'esgalhada' e realmente muito útil.
A Tabanca do Centro, a "Karas" e o Miguel estão de parabéns por esta iniciativa cujo bom resultado está à vista.
Ah, e muito correcta!
Abraços
Hélder Sousa

PS
Amigo Belo, por cá a temperatura do ar também vai arrefecendo aos poucos mas desconfio que há outras temperaturas a subir.

Anónimo disse...

Vai lá vai.
Isto está a ficar completo, qualquer dia não sei que vai ser desta Tabanca...
Fiquei quando vi TC, pensei, querem ver que passámos a Tribunal de Contas, mas depois achei que não podia ser e atendendo ao período histórico que vivemos e de que tanto se fala pela importância que temos fiz agulha para Tribunal Constitucional...Afinal estava enganado, era Tabanca do Centro.
Os meus parabéns ao Miguel Pessoa por mais esta iniciativa.

Anónimo disse...

Está de parabéns, o Miguel Pessoa com esta nova criação de dicionário, muito útil para os seus utilizadores. Por este andar ainda vai ter edição especial e distribuído por alguma editora!.. Gostei. É preciso ter imaginação e interesse neste "serviço público" da Tabanca do Centro e não só.Um abraço. Mª Arminda

Anónimo disse...

Mas que raio de dicionário é este que põe a Figueira da Foz antes de BUARKOS?

E olhe lá ó senhor editor, a Tabanca do Centro é que é um bando de anarquistas e não a Frelibu,sempre bem comandada, hierarquizada, conhecida em todo o mundo, um verdadeiro study caso, ou lá o que é!

Pelo contrário, no vosso errático grupelho anda tudo à balda, sem rei nem roque, sem comando, sem amor à camisola (que é preciso comprar)e com um exército que não pode ter mais de oitenta mânfios ( contando com as senhoras)ao passo que em BUARKUS somos milhões na FRELIBU!

Em cada homem de BuarKUS
Há sempre dois FreliBUS

E vocês em Mote Real "auguemtem-se" com este OBUS!

Don Paracleto Pretérito Mais que Perfeito, Príncipe do Konhame, Duque da Má Língua,Amado Chefe da Frelibu, Surfista Olímpico, KING OF BUARKOS!